quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

O amor e a amizade

"Podemos ter sobre o que é amar ideias muito diferentes e até opostas...
Algumas pessoas acham que o amor não é para toda a gente, porque as crianças são muito pequenas e os pais são muito velhos para estarem apaixonados.
Outras pensam que se ama em qualquer idade, que existe apenas formas diferentes de estar apaixonado.
Algumas pessoas pensam que não podemos amar sem sermos amados, porque isso não tem sentido e nos faz sofrer.
Outras acham que amar é darmos o nosso amor sem esperarmos nada em troca, pois é no dar que está a felicidade.
Algumas pessoas pensam que o amor nos permite sermos nós próprios, que ele nos faz existir.
Outros acham que o amor nos desorienta, que nos impede de viver e que estamos melhor sozinhos.
Algumas pessoas pensam que amamos sempre os nossos pais, que é obrigatório, mesmo quando, por vezes, é difícil.
Outras acham que somos livres, de amar ou não os pais, pois nunca pedimos para existir.
Algumas pessoas pensam que os nosso irmãos e irmãs existem para nos aborrecerem, que nos impedem de viver bem.
Outras acham que os irmãos e as irmãs são um apoio para toda a vida, que não podemos substituí-los.
Algumas pessoas pensam que amar é sermos simpáticos para com os outros e nunca discutirmos com eles.
Outras pensam que nos podemos amar sem estarmos de acordo sobre tudo, e mesmo que digamos exactamente o que pensamos.
Algumas pessoas pensam que a amizade nasce instantaneamente, que podemos ser amigos num dia e já não o sermos no dia seguinte.
Outras acham que a amizade se constrói ao longo do tempo, que é feita para durar, e sólida como uma rocha.
Algumas pessoas amam-se a si próprias, acham-se belas e perfeitas, mais dignas de amor do que os outros.
Outras detestam-se a si próprias, acham que têm todos os defeitos, contrariamente aos outros que merecem ser amados.
Algumas pessoas não gostam de animais porque são bichos e não conseguem falar.
Outras gostam de animais porque eles são fiéis, e não são cruéis como os humanos.
Algumas pessoas gostam tanto do que fazem que não pensam em mais nada a não ser na sua paixão e isso torna-as felizes.
Outras acham que por ter uma paixão nos torna idiotas porque deixamos de ver o que se passa à nossa volta, não pensamos em mais nada.
Algumas pessoas adoram um herói ou uma estrela, que sonham imitar, e no qual gostariam de se tornar, um dia...
Outras acham que os heróis ou as estrelas não são realidade e que devemos ser nós próprios em vez de imitarmos os outros.
Algumas pessoas pensam que podemos amar ideias mais do que tudo no mundo, elas querem a justiça, o bem ou a verdade.
Outras acham que as ideias não significam nada, que só podemos amar seres humanos feitos de carne, de sangue e de sentimentos.
e tu?"
Oscar Brenifier

1 comentário:

omeuvernizazul disse...

Eu acho que em matéria de amizade e de amor nada está definido... não há manual de instruções e assim é que é bom. beijos