quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Marley & Me

"A noite tinha sido agitada. Marley tinha vomitado 3 vezes na cama.
O despertador toca. É hora de acordar. Jenny desliga o despertador, mas fica imóvel. Sentia-se mais cansada do que quando se tinha deitado. Não tinha forças, nem vontade de sair da cama. Não tinha forças, nem vontade de encarar o mundo mais um dia. Fecha os olhos na tentativa de se deixar dormir, mas a responsabilidade, que lhe é característica e que por tantas vezes a deixa irritada, não deixava que isso acontecesse. Marley dormia sobre o seu peito, aninhado no seu braço. Quando Jenny o olhava, ele fitava-lhe o olhar como quem pede para que aquele momento não termine. Mas, o momento tinha que terminar, por muito bom que fosse. E o dia tinha mesmo que começar, por muito que custasse.
Jenny levanta-se. Deixa o quente aconchegante da cama e segue rumo ao frio que se faz sentir lá fora.
Marley fica sozinho. Jenny segue sozinha. Mas, na certeza que pelo caminha encontrará quem atenue o frio deste dia."

(A história não é nada assim, mas podia ser)




terça-feira, 29 de dezembro de 2009

domingo, 27 de dezembro de 2009

sábado, 26 de dezembro de 2009

I don't wanna play that part

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Faz muito sentido

"Dá-me um abraço que seja forte

E me conforte a cada canto

Não digas nada que o nada é tanto

E eu não me importo

Dá-me um abraço fica por perto

Neste aperto tão pouco espaço

Não quero mais nada, só o silêncio

Do teu abraço

Já me perdi sem rumo certo

Já me venci pelo cansaço

E estando longe, estive tão perto

Do teu abraço

Dá-me um abraço que me desperte

E me aperte sem me apertar

Que eu já estou perto abre os teus braços

Quando eu chegar

É nesse abraço que eu descanso

Esse espaço que me sossega

E quando possas dá-me outro abraço

Só um não chega"




(Sim, é Natal. Mas, a vida não escolhe épocas nem festividades)

sábado, 19 de dezembro de 2009

(Ponto final.)


(podre de bom!não, não é o perfume!)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

terça-feira, 8 de dezembro de 2009



Diz que disse
"Esta musica encaixa em ti"

domingo, 6 de dezembro de 2009

"Não importa quantos passos demos para trás, o importante é quantos passos vamos dar agora para a frente"

Neimar de Barros

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Cântico Negro

"Vem por aqui" dizem-me alguns com olhos doces,
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom se eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui"!
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos meus olhos, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...

A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguém.
Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre a minha mãe.

Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...

Se ao que busco saber nenhum de vós responde,
Por que me repetis: "vem por aqui"?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...

Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis machados, ferramentas, e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátrias, tendes tectos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios.
Eu tenho a minha Loucura!

Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...

Deus e o Diabo é que me guiam, mais ninguém.
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou,
Sei que não vou por aí.

José Régio

Chicago



Ando mesmo com a panca!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Argentine Tango



A modos que não me consigo fartar!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009



Nova, de preferência!
Essa letra já está gasta e o CD muito riscado

domingo, 29 de novembro de 2009

Apetece-me (também)



Liberta-me a mente

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Let me be me



For a while! if you don't mind

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Sim!...

... fiquei apaixonada
... tenho saudades
... quero voltar para lá!

domingo, 18 de outubro de 2009

Bounce




Enquanto fazia a viagem de regresso a casa, na comodidade que só a EVA Transportes nos sabe dar, fazia também o balanço da minha semana.

Bounce, filme sugerido como filme da semana.

Ficou-me no ouvido uma frase que foi repetida algumas vezes:

"Não havendo medo, não é coragem..."


Se por um lado resumia a minha semana, por outro era o que faltava para a completar

domingo, 11 de outubro de 2009



















"O passado é uma lição para se meditar, não para se reproduzir"


Mario de Andrade

terça-feira, 6 de outubro de 2009

1 ano depois

Parece que foi ontem e já se contam 12 meses, certinhos...

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

sábado, 19 de setembro de 2009


(diz que disse)

"O que tem de ser tem muita força"

sexta-feira, 31 de julho de 2009

terça-feira, 7 de julho de 2009

aiimm



Sabe a gelado romano

quarta-feira, 3 de junho de 2009

sexta-feira, 8 de maio de 2009

sexta-feira, 1 de maio de 2009

segunda-feira, 27 de abril de 2009

will you stay for all?

Já é um hábito. Sair de casa e ligar o mp. A minha companhia entre casa e a universidade. Hoje a primeira música que ouvi era esta.
Pensei: E se for Ele que me canta assim?...

quarta-feira, 15 de abril de 2009

sábado, 11 de abril de 2009

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Duplicity

"Quando penso em Roma, penso em ti!" ...

domingo, 5 de abril de 2009

Simples...



domingo, 22 de março de 2009

"(...)

Pensa que estás nas Suas mãos,

Tanto mais fortemente acolhido,

Quanto mais decaído e triste te encontres.

Vive feliz. Suplico-te.

Vive em paz. Que nada te altere.

Que nada seja capaz de tirar a tua paz.

Nem a fadiga psíquica, nem as tuas falhas morais.

Faz que brote e conserva sempre sobre o teu rosto

Um doce sorriso, reflexo daquele que o Senhor te dirige constantemente.

(...)"


P. Teilhard de Chardin, sj

sábado, 7 de março de 2009

Parvovirose

Quando ataca os humanos...

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

video

Obrigado pela surpresa ;)

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

domingo, 22 de fevereiro de 2009

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

e não é que gosto mesmo de um bom Sudoku?!... hehe


sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009


Acorda bem cedinho com 2pessoas a baterem-me na janela e a gritar por mim. Ela entra no quarto, abre toda a janela. Ele do lado de fora com a maquina fotográfica pronta para registar o momento. Foi este o cenário com que me deparei.
Um cenário bonito, mas isto acarreta consequências. Hoje tinha que tratar de toda a papelada. Teoricamente, sem essas coisitas tratadas, não posso partir.Em dias normais já isto não funciona bem. De notar que os serviços só estão abertos das 9 às 11h!Com neve entao... tutto chiuso!
Por momentos apeteceu-me chorar, berrar, bater com a cabeça nas paredes!Mas, só me consigo rir, porque isto é uma paródia!Itália é uma paródia.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Até já, Portugal

Afinal quando dizem que o tempo voa, ele voa mesmo! Recordo as emoções do dia da despedida, aquelas lágrimas que teimavam sair dos olhos da minha mãe, o sorriso tremido do meu pai, apesar de toda a serenidade que porta consigo. Um misto de emoções. E amanhã, bem amanhã é o meu último dia completo por estas bandas. Sábado é dia de pegar na trouxa e rumar para outro lado. Uns dias em Roma para a despedida ser em grande.
Erasmus…é aquilo que cada um quer que seja! Recordo todos aqueles que me diziam “Se vais de Erasmus não fazes nenhuma cadeira!”, pois realmente não fiz uma, fiz sete. Orgulho-me. Só Deus sabe o quanto passei, o quanto me dediquei, o que sofri, o que chorei. Só Deus sabe o quanto cresci… Para mim Erasmus foi isso mesmo, um crescer constante. Fui eu, por minha conta. Não que antes não fosse, mas estar em casa, próxima (fisicamente) daqueles que amo e que me estimam, é diferente… é mais fácil. Quando falta aquele ombro onde podemos chorar, aquele sorriso que nos alenta, aquela mão que nos seca as lágrimas, aquele olhar cúmplice, o desespero vence. Há que ‘ser forte e aguentar a pressão’, mas é complicado. Principalmente nos momentos em que precisava de sossego, de uma mão amiga, mas estas minhas “galinhas” (galinhas = colegas de casa espanholas) só se preocupam com o seu próprio umbigo. “Que vou vestir hoje? Ana, estou despenteada? Ana, esta blusa fica-me bem? Ana, anda-me arranjar o cabelo. Ana, tenho a franja no sitio? Ana, vens comigo ver de roupa?”. Uma coisa é certa, nunca fui pessoa de ter muita paciência, mas depois desta experiência…!
Sim, não há só espanhóis nesta terra, tenho uma colega italiana muito brava (é assim que os italianos dizem) mas… o objectivo principal é perceber que dizem e fazer-me perceber, não é muito o espaço para criar ligações fortes.
Obrigado a todos aqueles que me fizeram tropeçar, por aqueles dias que só me apetecia fazer a mala e apanhar o primeiro voo para o colo da mamma. Cresci, mudei e amadurei.
Perdoa-me Senhor por todas as vezes que ‘gritei’ contigo.
Mas, não foram só coisas menos boas, até porque o conceito ‘Erasmus’ é mesmo o contrário. Passei bons momentos, muito bons momentos. Passeios fantásticos (neste aspecto sim, Itália è bella) e festas. Confesso que não me encaixo nesse conceito de Erasmus, não fiz do meu principal objectivo acordar todos os dias, ressacada, a pensar quando será a próxima festa. Criticada, por muitos dos meus colegas, que me acusavam de sair pouco, mas como lhes dizia ‘Tu sabes da tua vida, eu sei da minha”. Recordo o ar de intrigado do Alex quando, já farta de tanto o ouvir, lhe digo “A minha felicidade não passa por todos os dias beber até cair, nem por fumar coisas!”. Lá está, Erasmus é o que cada um quer que seja. Pela primeira vez na vida, fui criticada por estudar LOL já eu me farto de rir com esta gente.
Apesar de toda a saudade, foi muito importante perceber a falta que me fazem pequenas coisas, pequenos gestos. Perceber a importância das pessoas. Sinto-me mais rica enquanto pessoa (porque a conta bancária está bem pequenina heheh).
São momentos que guardo, bons e menos bons. Pessoas que vou relembrar para o resto da vida. A ‘bella’ Itália. Uma fase da minha vida.
Fui eu, com Deus e com todos aqueles que, mesmo longe, tiveram a capacidade de me ‘aturar’ =P

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

My hands are small, I know

We are God's eyes
God's hands
God's mind
We are God's eyes
God's hands
God's heart
We are God's eyes
God's hands
God's eyes
We are God's hands
We are God's hands

domingo, 8 de fevereiro de 2009

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

viver com esta personagem...é um filme!

video video

Desafio

A leitura não é o meu forte,mas...!
Apenas tenho um livro comigo, comprei para praticar o italiano. Como gostei do filme, pensei que seria mais fácil ler um livro (em italiano) que já conhecesse a história.

Il diavolo veste Prada, de Lauren Weisberger

Página 161, linha 5 (più o meno)

"Un'altra società avrebbe potuto chiedermi cosa mi dava il diritto di prendere un taxi per andare a lavorare; alla Elias-Clark si chiedevano perché prendessi il taxi, quando avevo a disponizione il meglio car service di New York."

sábado, 31 de janeiro de 2009

Semibreve


Nem sempre a pauta que componho é a mais agradável de ouvir, mas é a minha.

momenti belli che restano così

quello gusto di capire xD

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

1.083 km

Nobody said it was easy

No one ever said it would be so hard

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

sábado, 24 de janeiro de 2009

"Há sempre mais uma chance, uma forma de voltar.
Há sempre Deus a teu lado, um amigo em quem podes confiar."

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

-Fazes-me falta!

-Coloca a tua mão no peito.Sentes?Estou ai contigo.


Simplicidade

"E hoje apenas isso me faz acreditar

Que eu vou chegar contigo

Onde só chega quem não tem medo de naufragar"

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Hoje gostava de te ligar, mas o saldo e o roaming não permitem. Gostava de estar mais presente neste dia, assim como tu estiveste no meu. Gostava de ter dar aquele abraço apertado, como tu me deste. Hoje de um modo especial…
Apesar da distância e do tempo, trago-te sempre comigo e tenho-te sempre presente.
És imprescindível. És único. És especial.
Sabes-me de cor.
És um verdadeiro amigo.
Amizade pura, simples e verdadeira.
Para mim és uma dádiva de Deus.

Gosto da relação que construímos. Só nós sabemos a dimensão e profundidade. Só nós sabemos o quanto já chorámos. Só nós sabemos o quanto já sorrimos. Só nós sabemos o quanto nos cuidamos.

Somos grandes. À nossa maneira.

Parabéns =)



terça-feira, 6 de janeiro de 2009



There's no beginning and no ending, give me a chance to go and I'll take it!